Buscar
  • Marilice Zanato

Constelação Familiar - Filhos nos lugares dos Pais


Essa semana eu fiz algumas constelações familiares e todas elas levaram para o mesmo movimento e confesso que fiquei pensativa a respeito.


As pessoas que me procuraram tinham algumas questões como insegurança, medo, dificuldade de seguir na vida entre outros, e quando fomos trabalhando durante o atendimento da constelação familiar, todas levaram para o mesmo lugar.


Todo casal tem problemas e é impossível viver uma lua de mel eterna.


Muitos casais acabam tendo filhos e esta familia fica submetida a esses acontecimentos.


Algumas vezes os conflitos vão se apresentando e se colocando e alguns filhos acabam assumindo o papel de apaziguar o que há de disputa entre os pais.


Muitas vezes, inclusive, eles são levados a assumir um dos lados, pois se não fizerem isso se sentirão responsáveis pelo mal estar de um dos pares.


Mas infelizmente, quando isso acontece, o filho assume um lugar grande demais para ele.


Se os pais que são os grandes e escolheram ficar juntos não conseguem se acertar, como um filho, que é fruto dessa história de amor, pode dar conta disso tudo?


Já ouvi histórias de pais que colocam o filho na cama para o outro companheiro não ter que dormir junto;

Pais que ficam contando segredos íntimos como por exemplo: " Você sabia que eu e seu pai / ou sua mãe, já não transamos há tanto tempo?;

Pais que conta para os filhos histórias de traições ou coisa que aconteceram antes do filho nascer;

Que contam como é insuportável ter que lidar com os sogros;

E outras coisas que são pesadas demais, pesadas demais para os filhos!


Novamente repito, se é pesado para os adultos, porque seria suportável para um filho?


Por favor... seus filhos são frutos de uma história que um dia houve muito, mas muito amor mesmo.


Ele só existem porque houve a união do masculino e do feminino que há no sagrado da vida.


Eles são metade o pai e metade a mãe e quando os pais brigam e pedem para os filhos escolherem ou tomarem partido de um dos lados, é como se eles pedissem para o filho anular ou rasgar uma parte dele para suportar tudo isso.


Esse filho não existiria se não houvesse metade de cada um dos pais.


Então, por favor, não coloque seu filho no meio de tudo isso e não peça para ele tomar partido de sua dor.


Vocês não imaginam os sacrifícios que os filhos são capazes de fazer, para suportar tudo isso.


Pense duas vezes e se precisar, procure a ajuda de um profissional que pode lhe auxiliar a lidar com isso.


Marilice Everton Zanato

Psicóloga e Facilitadora de Constelação Familiar

Contato: 11-9-6989-0331

www.marilicezanato.com.br




Categorias

Tags

Observação:

Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria.

Ele tem o objetivo de informação e reflexão e não substitui o processo psicoterapêutico.
 

Caso queira publicar algum texto do blog, peço por gentileza mencionar a autoria e me encaminhar um link para que eu também possa acompanhar a publicação.

Receba as novidades
do blog! 

Obrigado pelo envio!