Buscar
  • Marilice Zanato

Irritação não leva a lugar algum

Atualizado: Abr 13


Hoje pela manhã, eu estava vindo para o consultório e uma coisa me chamou a atenção.


Eu estava no trânsito, e havia um grande volume de carros na avenida que eu estava, e o carro atrás do meu começou a buzinar muito, porque ele queria entrar na rua a direita, porém eu não podia sair do lugar, pois fecharia a passagem no cruzamento. Fiquei olhando pelo espelho e ele batia no volante, gesticulava e acho que até estava falando alguns palavrões.


Eu comecei a rir, porque fiquei pensando, “Meu Deus do céu, são sete e meia da manhã, o dia nem começou e esse ser humano já está irritado desse jeito”.


Depois, segui meu caminho, mas confesso que fiquei pensando no comportamento dele.


O que leva a gente a ficar tão irritado com as coisas?


Temos nossa rotina e o nosso dia a dia e na maior parte das vezes ele é uma repetição do dia anterior.


Eu sei a hora que eu tenho que sair de casa para chegar nos consultórios no horário. Claro que as vezes pego mais trânsito do que eu gostaria ou imaginaria, mas faz parte do planejamento, porque eu moro em São Paulo!


Mas na verdade, o que eu queria dizer é: Porque ficamos tão irritados com coisas tão idiotas?


Perdemos tempo, energia e saúde dando importância para coisas idiotas e que nem merecem um segundo da nossa atenção.


E a vida é isso, uma sucessão de altos e baixos e como escolhemos nos posicionar diante das coisas.


Se vamos ou não ficar irritados, por mais estranho que possa parecer, somos nós que escolhemos.


Se isso merece ou não nossa atenção, tempo e disposição.


Se vale a pena se irritar: vã em frente e aceite as consequências disso.


Mas, confesso que na maior parte do tempo escolho o deboismo e assim a vida fica mais leve, mais fácil e possível.


E você: escolhe o que?


Escolha o leve, escolha o livre… escolha o fácil!

Categorias

Tags

Observação:

Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria.

Ele tem o objetivo de informação e reflexão e não substitui o processo psicoterapêutico.
 

Caso queira publicar algum texto do blog, peço por gentileza mencionar a autoria e me encaminhar um link para que eu também possa acompanhar a publicação.

Receba as novidades
do blog! 

Obrigado pelo envio!