Buscar
  • Marilice Zanato

Não se esqueça de agradecer o que você tem!

Atualizado: Abr 13


(E esse texto inteiro será em primeira pessoa…)


Esse final de semana nos deparamos com mais uma notícia sobre deslizamento / soterramento e fiquei pensando como a vida é um sopro.


De repente temos e no minuto seguinte não mais.


E me deparei com algo particular, quando me pego querendo coisas, achando que sempre tem algo faltando o que ainda não é o suficiente.


A notícia me fez pensar no meu egoísmo em achar algumas vezes que a vida ainda não me deu tudo o que eu gostaria de ter.


Quando me esqueço de agradecer por todas as coisas que eu já conquistei até agora, pela minha casa, pela minha cama, pelo alimento, por tudo mesmo….


Até aquela caneta que escreve do meu jeito predileto.


Quando posso colocar a cabeça no travesseiro depois de um dia de agenda lotada, mas mesmo assim fico com a sensação de que ainda preciso, preciso e preciso…


Então eu paralisei…


Pensei que de alguma maneira, eu poderia estar naquele lugar, ser uma daquelas pessoas, de ter e depois não ter, uma casa, uma família, a vida…


E de uma fatalidade, eu aprendi a minha lição: O que eu tenho é sim suficiente, é necessário e basta.


Eu devo sim celebrar minha vida, minhas conquistas, minhas coisas, mas a partir de hoje eu me obrigo a não reclamar de coisas que tomam meu tempo, minha atenção e tomavam minha paz.


A minha paz é estar viva e ter sim uma vida que me permita ir atrás do que eu quero.


Não estou dizendo que não podemos desejar ou querer cada vez mais, mas a minha escolha é ficar feliz, mesmo se eu ainda não tiver essas coisas, mesmo se ainda estiver faltando alguma coisa…


Mesmo se eu ainda não tiver o carro do ano;

A conta não estiver no azul esse mês;

Se eu tiver que limpar a casa quando estiver com preguiça;


E agora eu escolho:

Ficar feliz por que o dia amanheceu com sol;

Porque eu posso fazer meu café e tomar ele quentinho;

Porque minha casa é fofa do jeito que eu sempre quis;

Porque meu trabalho é o melhor trabalho que eu já tive a minha vida inteira;


Porque eu não sei como vai ser o dia de amanhã, mas eu não vou mais reclamar de besteira e bobagens.


Eu só vou tomar a minha vida a partir de agora e fazer o melhor uso que eu puder dela, porque ela é uma só.


E você? O que você escolhe a partir de agora?

Categorias

Tags

Observação:

Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria.

Ele tem o objetivo de informação e reflexão e não substitui o processo psicoterapêutico.
 

Caso queira publicar algum texto do blog, peço por gentileza mencionar a autoria e me encaminhar um link para que eu também possa acompanhar a publicação.

Receba as novidades
do blog! 

Obrigado pelo envio!