Buscar
  • Marilice Zanato

Quanta mágoa você carrega aí no seu peito?

Atualizado: Abr 14

Se você tivesse a oportunidade de dizer o que sente pelas pessoas que estão ao seu redor, você o faria?


Porque razões escondemos de nós mesmos e dos outros os sentimentos que temos por eles ou por questões da vida?


Como se de alguma maneira fossemos ferir ou magoar de uma maneira inimaginável a outra pessoa que nos causa aqueles sentimentos.


Talvez o que possa estar por trás de tudo isso, seja apenas o nosso próprio sentimento de amargura, raiva ou de solidão que doem tanto que algumas vezes acabam nos censurando em relação a nossa livre expressão.


Ficamos mais preocupados em não magoar ao outro, do que não nos magoarmos.


E assim deixamos uma existência toda de palavras que poderiam ter sido ditas, de sentimentos que poderiam ter sido expressados e talvez compartilhados de uma maneira a permitir que o outro possa interagir e se apropriar também de tudo isso.


De uma maneira que possa refletir ou até mesmo ressignificar esta relação para o bem ou para o mal, pois a escolha é da pessoa é não nossa.


Somos responsáveis pelo que sentimentos e o outro é responsável por seus sentimentos.


E essa é a lei da vida, cada um na sua singularidade, responsável por seus sentimentos e escolhas e caminhos que escolhe seguir.


Por isso, tente não perder tempo pensando em como, simplesmente diga o que senti, pois amanhã pode ser tarde demais…

Categorias

Tags

Observação:

Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria.

Ele tem o objetivo de informação e reflexão e não substitui o processo psicoterapêutico.
 

Caso queira publicar algum texto do blog, peço por gentileza mencionar a autoria e me encaminhar um link para que eu também possa acompanhar a publicação.

Receba as novidades
do blog! 

Obrigado pelo envio!