Buscar
  • Marilice Zanato

Você vale muito?

Atualizado: Abr 14


Recentemente tive a oportunidade de conversar com uma pessoa que me contou que tinha uma profissão X e trabalhou com isso durante muitos anos. E durante esse tempo, ela fez um curso para trabalhar em uma outra área que nada tem a ver com o que ela sempre fez.


Na verdade, é um curso em uma área que ela sempre sonhou trabalhar e há aproximadamente um ano vem fazendo a transição para trabalhar exclusivamente com esta nova atividade.


Me contou que fez diversos cursos, investiu pesado nessa nova área e inclusive existem pessoas que estão procurando ela para obter os seus serviços.


Mas ela está extremamente preocupada, pois como é uma pessoa extremamente exigente e perfeccionista, isso está atrapalhando a sua performance, pois tem medo de errar, prejudicar seu nome e decepcionar os clientes.


No final das contas, a questão central é o quanto ela está valorizando no que diz respeito a seus conhecimentos e também a sí mesma, como pessoa e profissional.


Muitos de nós, ficamos preocupados com a opinião alheia e demoramos um certo tempo para dar o primeiro passo, com receio de julgamentos, reclamações, opiniões diferentes do que esperamos ou qualquer outra coisa que fuja do padrão.


Tudo tem o tempo certo para amadurecer e acontecer.


Uma semente quando é lançada ao solo, tem o tempo para germinar e crescer. Se o solo for preparado e cuidado, uma plantinha forte nascerá e crescerá.

Assim pode ser pensando com outras experiências nossas, como por exemplo andar de bicicleta. Primeiro usamos as rodinhas e depois de um tempo tiramos elas e andamos sob duas rodas com perfeição.

Dirigir ou aprender a andar também tem o mesmo princípio. Ninguém nasce sabendo andar, mas com o tempo, rolamos na cama, depois aprendemos a sentar, a engatinhar e com o tempo damos nossos primeiros passos.


Ninguém nasce sabendo tudo, a prática leva a perfeição.


Se não dermos o primeiro passo em direção ao que queremos em nossas vidas, nunca conseguiremos dar o próximo passo, seguir novos caminhos e alcançar novas perspectivas.


A competência é uma coisa que se conquista dia após dia, com a experiência, com o acerto e com os erros e até ai tudo bem.


Errar também faz parte do processo. E tudo bem também! Porque sempre que erramos, também estamos aprendendo.


Se você se preparou, permita-se.


A experiência só terá validade se você se permitir viver, caso contrário, os pensamentos do “e se…” lhe atormentarão para sempre.

Categorias

Tags

Observação:

Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria.

Ele tem o objetivo de informação e reflexão e não substitui o processo psicoterapêutico.
 

Caso queira publicar algum texto do blog, peço por gentileza mencionar a autoria e me encaminhar um link para que eu também possa acompanhar a publicação.

Receba as novidades
do blog! 

Obrigado pelo envio!