Buscar
  • Marilice Zanato

Constelação Familiar – Incesto

Atualizado: Abr 13


Este texto faz parte de uma série de textos que irá explicar um pouco como uma Constelação Familiar Individual é realizada.


Cliente procura a Constelação familiar para tentar entender a necessidade que ela tem de cuidar de todos os membros de sua família.


Eu confesso que demorei um pouquinho para entender o que ela queria com esse processo.


Fiz alguns questionamentos em relação a sua história familiar e ela conta que os pais eram casados e tinham um bom padrão financeiro, porém em um determinado momento o pai se envolveu com drogas e pessoas erradas e os negócios da família começaram a falir.


Cliente conta que os irmãos nasceram no momento em que a família começou a passar por dificuldades financeiras.


Depois de um certo tempo os pais se separaram e há alguns anos ela perdeu totalmente o contato com o pai.


Eu fico em dúvida sobre os elementos que devo colocar nesta constelação, mas arrisco incluir apenas ela e o pai.


Incluímos os elementos, sendo um boneco para representar ela e um boneco para representar o pai.


Ela mal consegue olhar para o pai. E o pai fica imóvel em frente a ela como se estivesse tudo bem, porém fico com a sensação de entorpecimento e estranhamento.


Depois de algumas tentativas de frases, ela demonstra estar apreensiva e com medo. O sistema revela uma força de agressividade e abuso. Pergunto a ela se o pai havia feito algo a ela e ela explode em grande emoção, chorando copiosamente. Ela disse que carregava esse segredo em seu coração até hoje, e que não sabia o que havia feito para que isso tivesse acontecido.


Neste momento, o pai olha para ela, dando a impressão que deseja se aproximar dela. Temos a impressão que ele se emociona e queria se aproximar para cuidar dela.


Iniciamos as frases de maneira a restabelecer a ordem no sistema, buscando compreender o que houve no passado e como era pesado para essa pessoa continuar guardando esse segredo em seu coração.


Também busco restabelecer a hierarquia deste sistema, devolvendo a ela o lugar apenas de filha e ao pai o lugar dele. Quando fazemos isso, a filha sente alivio e o pai segue o seu destino, movimentando-se no sistema.


Encerramos a constelação.


Obs. Lembrando que a Constelação Familiar não tem intenção de curar ou “livrar” ninguém de seus problemas ou questões, ela tem por objetivo trazer a luz ao problema, e permitir que o constelado pense a respeito e tome as decisões que melhor lhe convirem a partir deste processo.

Categorias

Tags

Observação:

Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria.

Ele tem o objetivo de informação e reflexão e não substitui o processo psicoterapêutico.
 

Caso queira publicar algum texto do blog, peço por gentileza mencionar a autoria e me encaminhar um link para que eu também possa acompanhar a publicação.

Receba as novidades
do blog! 

Obrigado pelo envio!