Buscar
  • Marilice Zanato

Repensando a carreira em tempos de desemprego

Atualizado: Abr 13

Quando iniciamos uma trajetória profissional dentro de uma empresa, ficamos imensamente felizes por conquistamos o tão almejado cargo. Processos seletivos costumam ser chatos e maçantes e a conquista de um emprego acaba sendo a recompensa por conseguir passar depois de tantas entrevistas e testes que muitas vezes nem entendemos direito o porque de tudo aquilo.


Mas uma coisa que esquecemos é que tudo na vida tem um começo, um meio e um fim. E não seria diferente no mundo corporativo. Um dia saímos da empresa por opção nossa ou do empregador.


E quando a decisão é da empresa, algumas pessoas podem se sentir mal, desvalorizadas, menosprezadas e até mesmo descartadas. Mas este é o ciclo natural em qualquer lugar, não se esqueça!


E por mais estranho que possa parecer, não é o fim do mundo.


Pode ser sim o começo de diversas novas possibilidades, mas o mais importante é não se deixar levar pelos sentimentos negativos ou destrutivos que podem inviabilizar tudo isso.


Aproveite esse momento para repensar os caminhos que você deseja seguir em sua vida pessoal e profissional.


Aprimorar um conhecimento ou investir em uma nova atividade? Tirar alguns dias para descansar ou pensar na vida? Correr atrás de um novo emprego?


Tente aproveitar esse tempo livre a seu favor.


Apenas muito cuidado com sentimentos de tristeza, de menos valia ou rancor, inferioridade ou qualquer outra coisa que não irá lhe ajudar em nada.


Olhe este fim como um recomeço. Uma nova oportunidade para fazer uma nova história e incluir novos conhecimentos e possibilidades na sua vida pessoal e profissional.

Categorias

Tags

Observação:

Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria.

Ele tem o objetivo de informação e reflexão e não substitui o processo psicoterapêutico.
 

Caso queira publicar algum texto do blog, peço por gentileza mencionar a autoria e me encaminhar um link para que eu também possa acompanhar a publicação.

Receba as novidades
do blog! 

Obrigado pelo envio!