Buscar
  • Marilice Zanato

Tecnologia e a vida cotidiana

Atualizado: Abr 13

Hoje em dia é mais do que natural ver essa imagem em restaurantes, nas ruas e em todos os lugares em que existem pessoas.


Cada um de nós em um universo paralelo olhando para a tela de um celular ou dispositivo móvel.


Como se toda a nossa verdade estivesse concentrada dentro de um aparelho que cabe na palma de nossas mãos.


E não tem idade para isso, uma vez que as crianças parecem já nascer com um chip desta tecnologia embutido neles, e já saem mexendo em tudo com o dedinho a postos.


E a reflexão deste texto é o quanto nos submetendo e aprendemos a valorizar o universo individual em detrimento do coletivo.


Quando escolhemos estar rodeado de pessoas, mas com o celular por perto para não perdemos nenhuma informação do mundo virtual.


E me pergunto: Em que mundo realmente estamos existindo?


Na realidade das curtidas em posts que publicamos nas redes sociais e contabilizamos o sucesso através das carinhas que vão surgindo.


Vou além…


O quando nos colocamos em uma vitrine e esperamos que o mundo nos observe em nossos momentos de felicidade contemplativa através do curtir dos outros.


E quando precisamos externalizar algum sentimento de tristeza, solidão ou algo parecido, a rede não parece ser o melhor lugar, pois pessoas tristes não são dignas de curtidas ou qualquer outra expressão.


Quando ficamos sozinhos em nossos pensamentos e sentimentos, uma vez que não existe opção ou possibilidades para sermos quem realmente queremos ser, pois isso requer coragem e disposição para enfrentar a possibilidade de nenhuma curtida na foto ou comentário das pessoas que nos seguem.


Enfim…


Quando estamos olhando para a tela do celular, esquecemos de olhar ao redor, esquecemos de ser o que queremos para nossas vidas e esquecemos de contemplar o que existe de melhor neste mundo: estar com as pessoas que realmente são importantes para nós.


Então meu apelo neste texto é: Deixe seu celular de lado um pouquinho e vá curtir a vida lá fora!


Existe um universo inteiro a sua disposição!


Categorias

Tags

Observação:

Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria.

Ele tem o objetivo de informação e reflexão e não substitui o processo psicoterapêutico.
 

Caso queira publicar algum texto do blog, peço por gentileza mencionar a autoria e me encaminhar um link para que eu também possa acompanhar a publicação.

Receba as novidades
do blog! 

Obrigado pelo envio!