Buscar
  • Marilice Zanato

Hoje eu prometo que vai ser diferente

Atualizado: Abr 14

Quantas vezes paramos para pensar em nossas vidas e em todas as suas possibilidades.


Olhamos para trás e sentimos saudades de uma época que parece ter sido a melhor de nossas vidas, onde tínhamos facilidade para resolver as coisas ou simplesmente as coisas fluíam com mais tranquilidade.


E agora, parece que estamos cheio de coisas para resolver, um dia atrás do outro e só preocupações ou coisas chatas para resolver.


E é exatamente aí que mora o problema.


Quando as coisas começam a ficar pesadas ou chatas significa que de alguma maneira você se afastou dos seus propósitos ou do que realmente lhe faz inteiro e feliz.


Quando temos que resolver alguma coisa que está diretamente relacionada a algo que nos faz feliz, conseguimos resolver com facilidade. Agora quando a coisa não nos diz respeito e faz parte de um monte de coisa que temos que fazer por que “tem que” ou por que virou obrigação, a vida acaba ficando pesada, chata e sem cor.


E qual a saída neste caso?


Cada um é capaz de encontrar uma solução para resolver as suas questões, mas talvez a mais óbvia seja repensar o que você está fazendo com a sua vida, ou o que é esse problema que você tem que resolver que está atrapalhando a sua vida.


Ele tem esse tamanho todo? Você está dando valor demais a ele ou ele está tomando demais o seu tempo?


Então te peço que faça um exercício: pelo menos uma vez tentar se distanciar desse problema. Tente observar ele como se fosse outra pessoa que você admira tentando lidar com ele. Perceba como o seu coração ou os seus pensamentos se comportam diante disso. Pense por alguns instantes em como isso pode ser resolvido ou de uma determinada maneira, como você pode administrar isso de maneira que as coisas possam se encaixar, e a vida seguir adiante.


Nem todos os problemas irão se resolver rapidamente, mas todos podem ser solucionados a partir do momento que você conseguir colocar esse problema no lugar dele e não no lugar da sua vida.


Siga em frente!

Categorias

Tags

Observação:

Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria.

Ele tem o objetivo de informação e reflexão e não substitui o processo psicoterapêutico.
 

Caso queira publicar algum texto do blog, peço por gentileza mencionar a autoria e me encaminhar um link para que eu também possa acompanhar a publicação.

Receba as novidades
do blog! 

Obrigado pelo envio!