Buscar
  • Marilice Zanato

Por que ter uma vida pela metade?

Atualizado: Abr 14


Quantos de nós nos deparamos com situações em que a vida simplesmente parece que está sem sentido ou até mesmo desencaixada?


Se isso está acontecendo com você é muito provável que você tenha deixado algum aspectos seu lá atrás e não voltou para buscar.


Melhor eu explicar…


Quantas vezes para sermos aceitos em um determinado grupo de pessoas, em um relacionamento, em uma empresa ou seja lá o que for, algumas situações pedem que sejamos diferente do que somos no dia a dia.


Um exemplo: Você resolve namorar uma pessoa que você gosta bastante, mas ela não gosta de alguma coisa que você gosta, e para que não aconteçam mal entendidos ou até mesmo para que você possa aproveitar mais o tempo ao lado dessa pessoa, você começa a se distanciar dessa outra coisa que te faz bem e você gosta bastante.


E com o passar do tempo, você percebe que a vida vai seguindo novas direções e com o passar do tempo, aquela coisa deixa de fazer parte de você e do seu dia a dia, e você sente muita falta, mas não sabe mais como integrar ou trazer aquela coisa predileta de volta.


Neste caso, você começa a sentir os efeitos disso, quando começa a se fazer pela metade para fazer parte da vida de outras pessoas.


Isso pode ser uma religião, um time de futebol, um estilo de roupa, uma banda predileta, ou qualquer outra coisa.


E assim a vida segue e vamos deixando que os outros ditem as nossas direções e preferências, e se perceber damos a direção de nossas vidas para essas pessoas.


Não é por mal, fazemos isso por amor.


Então se você sente falta de algo em sua vida, tente trazer isso de volta.


Pode até ser que você encontre desculpas reais ou imaginárias, mas se você ainda está vivo, será que não vale a pena tentar?


Lembre-se: A vida é apenas uma… e a vida é agora!

Categorias

Tags

Observação:

Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria.

Ele tem o objetivo de informação e reflexão e não substitui o processo psicoterapêutico.
 

Caso queira publicar algum texto do blog, peço por gentileza mencionar a autoria e me encaminhar um link para que eu também possa acompanhar a publicação.

Receba as novidades
do blog! 

Obrigado pelo envio!