Buscar
  • Marilice Zanato

Sua vida tem sentido?

Atualizado: Abr 14


De repente a vida vem e nos tira do eixo, nos coloca diante de uma nova perspectiva e o sentimento, a sensação e a razão parecem não acompanhar.


A rotina e todas as coisas que fazemos estão organizadas, calculadas, projetadas para acontecer dia após dia, hora após hora e um minuto a mais ou a menos pode fazer uma grande diferença nas atividades.


Ficamos absurdamente irritados quando algo foge do controle ou não acontece do jeito que tinha de ser.


Mas, e quando, algo que não estava no planejamento acontece e te obriga a parar tudo, absolutamente tudo, porque a vida resolve que é a hora?


A agenda não serve para mais nada;

Chegar ao compromisso no horário marcado…. Aliás, que compromisso?

Fazer as coisas que precisam ser feitas por que tem prazo, hora, data….


De repente, acontece algo e a sua rotina é tirada de você.


Suas escolhas, seus desejos, seus interesses, o que tem que ser feito, simplesmente é tirado, como por exemplo, no caso de um acidente, uma internação, algo que tire você do lugar de viver e lhe obriga a ficar quieto, em um lugar que não pode ter acesso a resolver nada.


Neste momento, é possível que um desespero tome conta de você.

Uma vontade absurda de fugir e não entrar no que está lhe sendo obrigado ou oferecido, porque simplesmente sua vida não pode parar.


E dependendo do tipo de vida que você tem, você acaba tendo que administrar coisas, delegar, cancelar a agenda, mudar tudo, porque você não poderá estar lá para fazer.


Mas vou além…. nessas hora é possível sentir um misto de estranhamento e desencaixe, pois pode ser que você se dê conta que a vida continua apesar de tudo, estando você fazendo o que planejou ou não.


De repente a vida te obriga a parar e você tem um momento para refletir sobre o que é que está sendo vivido diariamente.


É de verdade a vida que você escolheu?

É o lugar no mundo onde você gostaria de estar?

O seu tempo é totalmente utilizado para que sua vida seja sua e valha a pena?

Você é feliz?

A sua vida é o que você queria ter quando era mais jovem e tinha sonhos?


Acredito que seja por este motivo, que muitas pessoas, quando passam por alguma situação em que são obrigadas a refletir sobre suas vidas, acabam mudando algumas coisas, pois a vida ganha uma nova perspectiva e dimensão.


A vida ganha uma nova referência, talvez ela se reencaixe no que faz sentido real, ou seja, a pessoa acaba se apropriando e dando conta que ela é única, que a vida é o que ela pode se oferecer de melhor, independente do que isso signifique.


Algumas arriscam mais, mudam de emprego, de relacionamento, jogam coisas fora, mudam o estilo de vida e por assim vai…. Porque simplesmente a vida faz o seu sentido que é nos oferecer o que é melhor para nós!


Deixar as coisas de lado porque temos responsabilidades, porque temos obrigações, temos coisas para fazer por que somos adultos e porque temos que…. Nos tornamos reféns do que tem que ser feito e esquecemos que a vida é algo além…. A vida é o que fazemos com ela e nos dá prazer, nos torna livres, nos torna plenos, nos traz satisfação e alegria por sermos nós mesmos.


Cada pessoa tem uma maneira de se autorizar a acessar esse lado da vida em que ela é leve, livre e solta…


Independente de qual for o seu motivo, se você acha que merece e pode: Faça a sua vida uma experiência plena, um tempo aproveitado totalmente para o seu benefício.


Isso não é egoismo, isso é um exercício de amor próprio e amor a própria vida!


Porque pode ser que você não tenha outras chances de fazer a diferença por você e para você!

Categorias

Tags

Observação:

Todo o conteúdo deste blog é de minha autoria.

Ele tem o objetivo de informação e reflexão e não substitui o processo psicoterapêutico.
 

Caso queira publicar algum texto do blog, peço por gentileza mencionar a autoria e me encaminhar um link para que eu também possa acompanhar a publicação.

Receba as novidades
do blog! 

Obrigado pelo envio!